Servidores municipais de Jeremoabo voltaram às ruas nesta quarta-feira (8), em manifestação contra o atraso no pagamento de salários por parte da prefeitura, comandada por Deri do Paloma (PP).

Os trabalhadores marcharam do Fórum Dr. Jonas de Carvalho, onde clamaram por atenção do Poder Judiciário em relação aos descumprimentos legais da gestão municipal, para a prefeitura, local em que protestaram pelo pagamento dos valores devidos.

Segundo a professora do município Janaína do Carmo, o descontrole das finanças de Jeremoabo é resultado “número excessivo de contratos”, que deixa a administração municipal sem dinheiro para cumprir seus compromissos com os servidores. A professora cita relatórios do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) para embasar sua fala. 

“Através dos dados fornecidos pelo sistema E-TCM, pode-se verificar que foram pagos mais de R$ 2 milhões até outubro a contratados, somente na pasta de educação”, explicou Janaína.

“Nos manifestamos hoje pela ação da Justiça no que se refere ao descaso do gestor para com os servidores, que em diversas categorias e áreas ainda se encontram se receber o 13° salário e também o salário de dezembro”, declarou Janaína.

“São servidores da educação, obras e infraestrutura, administração e Guarda Civil Municipal. Professores e alguns auxiliares de serviços gerais receberam o 13°. Com atraso, pois o prazo legal é até 20 de dezembro e receberam em 2 de janeiro de 2020”, contou a professora, que cobrou também os reajustes de 2018, 2019 e também 2020, referentes ao piso nacional dos trabalhadores da educação.

Na última sexta-feira (3), os servidores já haviam organizado uma carreata na cidade do sertão baiano, protestando contra o descumprimento das obrigações por parte da prefeitura. Muitos trabalhadores do município reclamam de dificuldades para pagar contas, devido aos atrasos no pagamento dos salários.

Confira abaixo um vídeo da manifestação dos servidores públicos municipais de Jeremoabo:

Fonte: Bahia Notícias