Equipes da Delegacia de Homicídios de Juazeiro e da 17ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Juazeiro) deflagraram, na terça-feira (14), a Operação Rodeo, para o cumprimento de mandados de prisão temporária e de busca e apreensão, naquele município. Na ação foram presos dois homens: um por homicídio e outro por posse ilegal de arma de fogo.

O primeiro deles, de 30 anos, foi capturado no cumprimento do mandado. Ele é investigado por homicídio em Juazeiro e por tentativa do mesmo crime no Rio de Janeiro. Embora, à altura da solicitação do mandado, a polícia ainda não tivesse a completa identificação formal do suspeito, graças ao intercâmbio de informações e a uma investigação aprofundada, o homem foi identificado e localizado em um bar na localidade do Morrão.

De acordo com as investigações, em 8 de agosto, Ítalo Henrique Ferreira Castro, de 29 anos, foi morto com disparos nas costas e na cabeça em uma vaquejada no distrito de Pinhões. A Polícia apurou que o suspeito atraiu a vítima para um local ermo do parque de vaquejada, a fim de assassiná-lo. Conforme as informações obtidas pela DH de Juazeiro, o crime foi motivado por desavenças relacionadas a dívidas com o tráfico de drogas.

Durante o cumprimento de mandados de busca e apreensão, na terça, foi preso também um homem de 42 anos. Em sua residência, foram encontradas um revólver calibre .38 com 22 munições e uma espingarda calibre .32, com 15.

Toda a ação contou com o auxílio da Coordenação de Apoio Técnico à Investigação (Cati Norte), do Departamento de Polícia do Interior (Depin). Os dois presos foram submetidos a exames de lesões corporais e recolhidos à carceragem. Eles serão transferidos ao Conjunto Penal de Juazeiro.

Ascom-PC/Felipe Paranhos