Foto: Priscila Melo / Bahia Notícias

A 6ª Vara da Fazenda Pública de Salvador, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), determinou nesta quarta-feira (29) o afastamento do prefeito de Madre de Deus, na Região Metropolitana de Salvador, Jeferson Andrade (PP).  

A decisão, assinada pelo juiz Rui Eduardo Almeida Britto, também exige a posse do vice-prefeito no primeiro dia útil após a prolação da decisão. 

Na primeira decisão pelo afastamento do prefeito, a determinação da 1ª Instância foi revertida pelo então presidente do TJ-BA, Gesivaldo Brito. Segundo informações de bastidores, as articulações para a decisão favorável ao gestor de Madre de Deus teria passado pelo secretário Judiciário, Antonio Roques Nunes. Gesivaldo foi afastado do cargo e da função por suposta participação em um esquema de venda de sentenças em casos de grilagem de terra no oeste baiano. Já Antonio Roque foi preso durante a Operação Faroeste, que afastou o ex-presidente do TJ-BA.

Mais informações em instantes.

Por Bahia Notícias