Doze mandados de busca e apreensão são cumpridos na manhã desta terça-feira (30) em Cansanção e Monte Santo, na região sisaleira. Denominada de Operação Velho Ouro, a ação combate um grupo de garimpeiros que usa explosivos e mercúrio – substância considerada altamente tóxica – para extrair ouro em garimpos ilegais situados na zona rural dos dois municípios.

Segundo a Polícia Federal (PF), os garimpeiros compram, arrendam ou simplesmente invadem a terra onde foi descoberto indício de ouro e passam a extrair ilegalmente o minério. Na investigação, os agentes descobriram que os acusados faziam acordos entre si.

Em uma situação, eles permitiam a atividade de extração na “sua terra” mediante o pagamento de “royalties”. Em outro modo, contratavam garimpeiros para trabalharem mediante pagamento de “diárias”.

O nome da operação, Velho Ouro, faz alusão ao tempo que o recurso mineral vem sendo explorado de forma predatória à margem dos órgãos competentes.

Os investigados vão responder pelos crimes previstos n Leis dos Crimes Ambientais. Caso sejam condenados podem chegar até 24 anos de reclusão. Além dos crimes apurados, Peritos Federais e técnicos da ANM estão realizando exames no local visando identificar a extensão dos danos ambientais.

Ainda segundo a PF, os mandados foram expedidos pela Justiça Federal de Campo Formoso, no Piemonte Norte do Itapicuru, que também determinou, diante da análise do caso concreto, a destruição dos instrumentos e equipamentos empregados na atuação criminosa ora investigada.

Por Bahia Notícias