Os trabalhadores da limpeza pública de Santo Amaro protestaram, nesta terça-feira (11), por conta do salário atrasado. Segundo Conceição Ribeiro, diretora do Sindicato dos Trabalhadores de Limpeza Pública do Recôncavo (Sindlimp), a empresa detentora do contrato terceirizado da prefeitura, a Unilimp, não pagou os salários e as férias dos trabalhadores. As informações são do BNews.

“O pessoal está tendo problema todos os meses para a empresa pagar o salário, eles só pagam quando o sindicato vem aqui cobrar, todos os meses. Isso está ficando desgastante para o trabalhador, eles trabalham todos os dias e na hora do pagamento, o sindicato tem que vir cobrar. O pessoal já voltou das férias e não recebeu o dinheiro das férias. Está uma falta de respeito muito grande essa empresa. Eu acho que a prefeitura de Santo Amaro deveria tomar uma atitude mais drástica”, declarou Conceição. 

A diretora do sindicato afirmou que já se reuniu com o vice-prefeito de Santo Amaro, Justino Oliveira (PSDB), que garantiu que “já está tudo em dia com a empresa”.  

“O salário está atrasado esse mês, mas todos os meses é essa situação de ter que vir cobrar. São pais e mães de família que dependem desse salário, eu acho um absurdo o que essa empresa faz com os trabalhadores. Quando os trabalhadores começam a aderir ao movimento com sindicato, é só ameaça de demissão, cortam o dia do trabalhar e para que o trabalhador possa receber, nós temos que ficar de castigo na porta da empresa […] nem o dono, nem o gerente apareceram para negociar, estão escondidos”, reclamou.

A reportagem buscou contato com a prefeitura de Santo Amaro, por telefone e por e-mail, e até o momento do fechamento da matéria não obteve resposta. A Unilimp também foi procurada, mas não se pronunciou.

Assista:

COMPARTILHE