O presidente Jair Bolsonaro já selecionou três pessoas para compor a diretoria da Agência Nacional do Cinema (Ancine) e encaminhará os selecionados para o Senado em janeiro.

De acordo com informações da colunista Mônica Bergamo, dois deles já são certos: o pastor e colunista social Edilásio Barra, o Tutuca, atualmente superintendente de desenvolvimento econômico da agência, e Veronica Brendler, diretora do Festival Internacional de Cinema Cristão.

Foto: Divulgação

Nos últimos tempos, a Ancine tem sido algo de diversos questionamentos nas redes sociais por conta da guinada ideológica na política cultural do governo federal. Recentemente, mais de cem quadros com cartazes de filmes nacionais foram retirados das áreas comuns dos prédios sede no Rio de Janeiro sob alegação de que a agência decidiu priorizar sua área reguladora em relação à de fomento. Contudo, a classe artista levantou a possibilidade de censura.

Por Bahia Notícias