Em Brasília, nesta quarta-feira (08), o governador Rui Costa comentou sobre a política de preços de combustíveis no país. Rui criticou a forma que o governo federal vem conduzindo a tributação e o preço praticado nas bombas.

A proposta de retirada do ICMS dos estados pode significar uma perda de investimentos para os estados e municípios, levando vários serviços ao colapso.

“Querem retirar os salários dos policiais militares, dos policiais civis, retirar salários de professores, retirar remédios dos hospitais, retirar merenda escolar para garantir lucros nunca vistos para os importadores de combustíveis no Brasil. O que é que é isso? A prioridade é garantir lucro para a iniciativa privada e tirar dinheiro da saúde, da educação e da segurança pública? Que país é esse?”, questionou o governador em tom de indignação.