O presidente Jair Bolsonaro (PL) chamou nesta terça-feira (2) de “cara de pau” e “sem caráter” quem assinou uma carta em defesa da democracia organizada pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP).

“Esse pessoal que assina esse manifesto, cara de pau, sem caráter. Não vou falar os adjetivos aqui que eu sou uma pessoa bastante educada. Essa é uma grande realidade”, afirmou em entrevista à rádio Guaíba, do Rio Grande do Sul.

Ex-ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), empresários e representantes da sociedade civil em geral constam entre os apoiadores do documento, que já conta conta com mais de 660 mil assinaturas.

Segundo Bolsonaro, quem diz ser um defensor da democracia é, geralmente, “um ditador”. Ele ainda insinuou que todos os signatários da carta têm interesses escusos para tirá-lo da presidência.

“Olha quem assinou: banqueiros. Banqueiros estão contra o Pix. Veja o padrão das outras pessoas: artistas, que foram desmamados da Lei Rouanet. Olha o perfil dos políticos. Veja o que esse pessoal de esquerda que assinou o manifesto pela democracia fala de Cuba?”, acrescentou.

“E ninguém que porventura queira dar um golpe vai dizer que não é democrático, vai dizer que é democrata. São contradições. Tentam me jogar para um lado como se eu tivesse preparando um golpe. Que golpe estou preparando? Qual é o golpe? Pedir transparência eleitoral? Você é contra a transparência? Contra a verdade? Contra a garantia que o teu voto vai para aquela pessoa?”, questionou.

Fonte: Bnews