A maior parte dos brasileiros permanece nunca confiando no que o presidente Jair Bolsonaro diz, de acordo com o Datafolha. Pesquisa do instituto feita de terça-feira (13) até esta quinta-feira (15) aponta que 51% nunca confiam nas declarações do mandatário, ante 21% que dizem que sempre confiam.

Na sondagem feita na semana passada, o placar estava em 50% a 19%. A taxa dos que “às vezes” têm confiança estava em 29% e agora foi a 27%. Não soube responder 1%.

A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos, considerando um índice de confiança de 95%. O Datafolha ouviu 5.926 eleitores em 300 municípios de todo o país.

A desconfiança acerca das falas do presidente está em patamares próximos da sua rejeição enquanto candidato —53% afirmam no levantamento que não votariam nele de jeito nenhum.

No histórico de pesquisas do Datafolha, a desconfiança sobre o que presidente fala atingiu o auge no fim do ano passado, quando chegou a 60%. No fim de 2020, foi aferida a taxa mais baixa do mandato, com 37%.

Na mais recente pesquisa, a opinião negativa sobre as declarações do presidente é maior entre mulheres em relação a homens (54% a 47%). Também sobe no Nordeste em relação ao Sul (59% a 42%) e em eleitores com escolaridade de nível fundamental em comparação com quem tem ensino superior (55% a 49%).

A pesquisa, contratada pela Folha de S.Paulo e pela TV Globo, foi registrada na Justiça Eleitoral sob o número BR-04099/2022.

Fonte: Bahia Notícias