O vereador Marcelino D’Almeida (PP) se recusou, por duas vezes, a votar durante uma sessão na Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro, por ter sido colocado como o número 24 da chamada, número que é destinado ao veado no jogo do bicho.

O presidente da Casa, Jorge Felippe, repudiou a atitude do vereador. “Uma decisão infeliz, não há razão disso. E qualquer outra implicação não cabe à presidência tomar nenhuma atitude, existe Comissão de Ética”, disse.

O presidente da Comissão de Ética da Câmera do Rio, Fernando William (PDT), também se pronunciou e classificou a atitude do vereador como infantil.

“O legislativo é exatamente o equilíbrio, o respeito à diversidade. Vamos discutir o que é importante verdadeiramente para o interesse público e não ficar com brincadeirazinhas ou atitudes que acabam não sendo absolutamente à altura do Poder Legislativo”, afirmou.

Foto: Reprodução/Revista Fórum

Por Varela Notícias