Polícia prende mãe que explorava filha sexualmente no município de Macajuba

A equipe da Delegacia Territorial (DT), de Macajuba, na Chapada Diamantina, subordinada à 12ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) em Itaberaba, cumpriram, na última quinta-feira (8), o mandado de prisão preventiva de Marinalva Souza Ferreira, moradora do Povoado de Santa Luzia, zona rural de Macajuba, por permitir a exploração sexual de sua filha menor de idade.

O delegado Almir Góes, titular da DT de Macajuba, informou que Marinalva e José dos Santos Sobral tiveram as prisões decretadas depois que a polícia descobriu que José vinha abusando de uma filha menor de Marinalva com o consentimento dela.

“Durante a investigação, encontramos inclusive áudios num aplicativo de celular onde constavam conversas entre os dois acusados sobre o estupro da vítima”, salientou o delegado, que solicitou os mandados à juíza da Comarca de Ruy Barbosa. Os dois vão responder por vários crimes previstos no Estatuto da Criança e Adolescente (ECA) e do Código Penal (CP), dentre eles, o crime de exploração sexual e estupro de vulnerável.

Marinalva e o comparsa ficarão custodiados na carceragem da DT/Macajuba à disposição da Justiça. Durante a ação que resultou na prisão dos dois houve o apoio da Polícia Militar de Macajuba e da DT de Baixa Grande.

As informações são da Polícia Civil.