Foto: reprodução/Instagram

O grupo de conselheiros do Esporte Clube Bahia emitiu uma nota de pesar neste domingo (10) para lamentar a morte das vítimas do novo coronavírus (covid-19) no Brasil. No texto, o grupo Convergência Tricolor também criticou a postura do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) que apareceu vestido com a camisa do clube baiano durante um passeio de jet sky neste sábado (9), dia em que o país alcançou a marca de mais de dez mil óbitos em decorrência da doença.

“Brasileiros de todas as idades, de todas as regiões e de todas as cores, mas unidos pela tragédia, que ganha maiores proporções quando autoridades nacionais que deveriam tomar à frente do seu enfrentamento, com ações. gestos e palavras de conforto e liderança, se omitem diante de duas responsabilidades”, diz um trecho da nota. 

No texto, os conselheiros rechaçaram ainda o uso da camisa do time, que segundo eles, foi utilizada para “dissimular e fingir que está tudo bem em meio à pandemia”. “Fazem pouco caso e desprezam a morte de tantos compatriotas. Usam até símbolos de um clube popular e de massa como o nosso, para dissimular e fingir que está tudo bem, e negar a sua omissão e o seu descaso diante da pandemia, que tanto sofrimento tem causado a todos nós, seja pela perda de entes queridos ou impossibilidade de contato direto com o seus seus”.

Confira a nota na íntegra: