O governo baiano vai pedir à Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) autorização para a venda de imóveis situados na capital e interior, entre eles a rodoviária de Salvador, o Detran e o Centro de Convenções. Projeto de lei nesse sentido já foi encaminhado pelo Executivo ao parlamento estadual. O valor adquirido com a venda destes e de outros imóveis será integralmente alocado no Fundo Financeiro da Previdência Social dos Servidores Públicos da Bahia (Funprev), informou o governo.

Foto: Joilson César / Política ao Vivo

Esta iniciativa visa diminuir o histórico déficit previdenciário do Estado, que vem aumentando, à medida em que o governo tem batido sucessivos recordes de concessão de aposentadoria.

Construído em 1979, o Centro de Convenções está fechado desde 2016, quando parte de uma fachada do prédio desabou. Em janeiro do ano passado, a prefeitura inaugurou o novo Centro de Convenções de Salvador no antigo Aeroclube. Já a Estação Rodoviária de Salvador, atualmente no Iguatemi, passará para o bairro de Águas Claras, às margens da BR-324. De acordo com o governador, Rui Costa, o objetivo é alterar o fluxo da cidade e proporcionar mudanças positivas. “Todos os ônibus urbanos, metropolitanos, intermunicipais, não entrarão mais em Salvador”, explicou.

Fonte: Jornal a Tarde