O circuito Dodô, entre a Barra e a Ondina, virou ‘ringue’ em mais uma edição do Carnaval de Salvador. Inicialmente, um homem de camisa preta e bermuda jeans tentou brigar com outro de roupa branca, e pegou um objeto do chão. Em seguida, o rapaz de roupa branca passa no meio do circuito e, outro homem, o agrediu do nada.

Esse mesmo indivíduo é arrastado por outro, que aplica uma rasteira. Todas essas ações iniciais geram uma briga generalizada. Em determinado trecho do vídeo, algumas mulheres aparecem para apaziguar o clima, no entanto, não tiveram êxito.

O BNews entrou em contato com a Polícia Militar da Bahia (PM-BA) para saber se houve registro da ocorrência específica. A corporação solicitou a ajuda do folião no acionamento da patrulha, além de especificar as abordagens preventivas com detectores de metais e aportes tecnológicos.

“No carnaval, especificamente, o efetivo também realiza abordagens preventivas com detectores de metais e aportes tecnológicos nos 42 portais de acesso aos circuitos oficiais da folia. As ocorrências flagradas pelos policiais são imediatamente atendidas e gerenciadas pela tropa. A corporação ressalta a importância do folião acionar a patrulha mais próxima, caso flagre ou seja vítima de agressão, para que os pms adotem as medidas necessárias no local”, destacou um trecho da nota.

Confira a nota na íntegra:

“O policiamento da PM em eventos populares para prevenir o cometimento de delitos nos circuitos é realizado por militares distribuídos em patrulhas (pms enfileirados que trabalham a pé) e em postos elevados de observação, que permitem uma visão mais ampla da festa.

No carnaval, especificamente, o efetivo também realiza abordagens preventivas com detectores de metais e aportes tecnológicos nos 42 portais de acesso aos circuitos oficiais da folia. As ocorrências flagradas pelos policiais são imediatamente atendidas e gerenciadas pela tropa. A corporação ressalta a importância do folião acionar a patrulha mais próxima, caso flagre ou seja vítima de agressão, para que os pms adotem as medidas necessárias no local”.

Fonte: Bnews