A Rússia invadiu a Ucrânia por terra, mar e ar na última quinta-feira. O ataque ao país vizinho foi anunciado pelo presidente russo, Vladimir Putin. A medida foi fortemente condenada pelos Estados Unidos e países europeus, que prometeram reagir. O medo de que esse confronto possa dar início a uma nova guerra mundial assustou muita gente, em todo o mundo.

No Brasil, não foi diferente. Na sexta-feira, dia seguinte ao ataque, em 24 horas a busca pelas palavras Brasil e Otan no Google subiram 3.300%. Otan é a Organização do Tratado do Atlântico Norte, uma aliança militar formada pelos países da Europa com os Estados Unidos (todos banhados pelo Norte do Oceano Atlântico).

Se o ataque russo à Ucrânia se espalhar por países próximos associados à Otan, como Estônia, Lituânia ou mesmo a Polônia, isso exigiria que a aliança reagisse em defesa ao seu associado. Ou seja, Estados Unidos e países como Alemanha, França e Reino Unido teriam que se envolver no confronto.

E o Brasil, nessa história? Segundo uma mensagem que começou a ser compartilhada logo após o início do ataque russo, “o Brasil sendo signatário da Otan”, o comandante do Exército Brasileiro teria resolvido convocar todos os reservistas, que devem se apresentar à “Organização Militar (OM) mais próxima de suas residências”.

A “missão” na Ucrânia começaria na sexta-feira passada (25) e terminaria na próxima quarta-feira (02/03). Coincidentemente, o mesmo período do Carnaval. Os convocados deveriam avisar esposas e namoradas. O retorno, segundo a mensagem, seria “em caso de sobrevivência”.

Claramente, a mensagem é falsa e trata-se de uma brincadeira. Mas a mensagem tinha elementos suficientes e chegou num momento de tanta tensão, que conseguiu assustar algumas pessoas, que encaminharam a mensagem para o MonitoR7, para verificação. Mesmo com o evidente tom satírico da mensagem, nós checamos suas informações.

Então, para esclarecimento, o primeiro ponto é que o Brasil não é “signatário da Otan”, como diz a mensagem.  Afinal, o Brasil não é um país banhado pelo Atlântico Norte. Nosso Litoral tem águas do Sul do Oceano Atlântico.

Desde agosto de 2019 o Brasil foi nomeado pelos Estados Unidos, ainda sob o governo de Donald Trump, como aliado militar preferencial extra-Otan. Mas isso não implica nenhuma obrigação de participação de confrontos conjuntos com a aliança militar. O status de aliado dos EUA, extra-Otan, que outros 16 países também tem, garante apenas facilidades na compra de tecnologia militar e armamentos dos americanos.

Em relação à convocação dos reservistas pelo Exército brasileiro, claro, não é real. Segundo a assessoria do Ministério da Defesa, essas “brincadeiras” são comuns nessa época e quase todo ano surgem mensagens com esse conteúdo, criando convocações para o período carnavalesco. A novidade deste ano foi o surgimento de um conflito real, que deu alguma “credibilidade” para a brincadeira. 

A questão é que a invasão da Ucrânia pela Rússia é um fato muito sério, que até a tarde de sábado já tinha provocado a morte de quase 200 civis ucranianos. Fora as mortes de militares no combate, dos dois lados. E que realmente pode provocar um confronto de maiores proporções, envolvendo outros países. O espírito brincalhão dos brasileiros, especialmente em época de carnaval, desta vez não fez uma boa escolha de tema.

Ficou em dúvida sobre uma mensagem de aplicativo ou postagem em rede social? Encaminhe para o MonitoR7, que nós checamos para você (11) 9 9240-7777.

Fonte: R7