Cerca de sete cidades de quatro estados do Nordeste registraram a passagem de um meteoro na noite desta terça-feira (19). Os registros foram feitos nos municípios de Sertânia (PE), Cabrobó (PE), Bonito (PE), Monteiro (PB), Barbalha (CE), Brejo Santo (CE) e Nossa Senhora da Glória (SE). As imagens foram capturadas por câmeras do Clima ao Vivo e estão sendo analisadas por especialistas.

De acordo Marcelo Zurita, astrônomo e diretor da Rede Brasileira de Observação de Meteoros (Bramon). “Asteroides, meteoroides e cometas orbitam o Sol em uma velocidade altíssima, algo entre 40 mil e 266 mil quilômetros por hora. Quando atingem a atmosfera da Terra nessa velocidade, mesmo fragmentos tão pequenos quanto um grão de areia, são capazes de aquecer instantaneamente os gases atmosféricos, gerando um fenômeno luminoso chamado de meteoro. Então, o meteoro é apenas o fenômeno luminoso, nada mais. Meteoro não é sólido, não é líquido e nem gasoso, é apenas luz. Popularmente, o meteoro é também chamado de estrela cadente“.