Banco Central revelou, na manhã desta segunda-feira (4), o valor da maior transferência de dinheiro registrada pelo PIX: R$ 1,2 bilhão, em dezembro de 2022. A informação é do relatório de gestão da ferramenta de pagamentos.

Os detalhes sobre a transação não foram fornecidos. À época, o valor médio das operações através do PIX entre pessoas físicas foi de R$ 257.

Além da transação recorde, o documento elaborado pelo Banco Central oferece uma análise sobre os primeiros anos de funcionamento da ferramenta entre 2020 e 2022, além de previsões sobre eventuais novas funcionalidades a serem incorporadas no futuro.

O relatório aponta ainda outras informações: quase 61% das transações no período foram inferiores a R$ 100; 93,1% dessas operações feitas por pessoas físicas são abaixo de R$ 200; e entre pessoas jurídicas, 18,6% das transações têm valor a partir de R$ 2 mil

Ainda segundo o BC, o volume de recursos transferidos via PIX atingiu R$ 1,2 trilhão em dezembro de 2022, alta de 914% em dois anos.

Fonte: Bnews