Um jovem de 20 anos morreu após ser esfaqueado por um vizinho durante uma briga em Goiânia, capital de Goiás. Irritado com uma questão envolvendo lixo, João Tovar Ataide invadiu o apartamento de José Moreira Neto, um comissário de bordo de 38 anos, depois de arrombar o portão de ferro da residência com chutes. 

Em imagens gravadas pelas câmeras internas do prédio, a vítima é vista dando pontapés na proteção do apartamento do suspeito. Após finalmente conseguir abrir o portão, João começa a repetir as ações na porta do apartamento até José Moreira abrir e o jovem invadir a residência. 

Segundo a Polícia Militar, o principal motivo da briga foi o constante hábito da avó da vítima, que possuí Alzheimer, de jogar lixo do sétimo em direção ao sexto andar. Inconformados com a situação, os vizinhos interfonaram para o apartamento de João Tovar para fazer uma reclamação formal. O jovem então decide tomar satisfações pessoalmente e recebe um golpe de bastão do comissário na mão.

Em seguida, a vítima começa a fazer ameaças e resolve entrar a força no apartamento dos desafetos. Ainda de acordo com a PM, ele agride fisicamente a mãe do suspeito e parte para cima de José Moreira, que desfere um golpe no abdômen de João com uma faca. O rapaz chegou a ser socorrido, mas morreu no local.

O suspeito terminou preso, mas foi solto na quarta-feira, 31, e responde em liberdade após audiência de custódia. Por ser réu primário, ele deve utilizar tornozeleira eletrônica por 90 dias, além de comparecer em juízo uma vez ao mês para informar e justificar suas atividades. José Moreira ainda recebeu restrições de horários e está proibido de mudar de endereço sem aviso prévio.