Pela quinta vez no ano, o Detran-DF leiloa veículos apreendidos e que não foram resgatados pelos donos por várias razões, geralmente porque o valor acumulado de multas e encargos ultrapassa o preço ou porque o proprietário não dispõe dos fundos necessários para regularizar a situação.

Como de costume, será inteiramente on-line, no site do leiloeiro oficial, o FlexLeilões. Qualquer pessoa pode participar, desde que more no Distrito Federal, pois o Departamento de Trânsito não autoriza a transferência dos bens para outras unidades da Federação.


Esta edição ultrapassa os habituais certames. Primeiro, pelo número de veículos: mais de 970. E também pela presença de mais de uma dezena de carros e motos muito recentes, de 2020 e 2021.

A autoridade de trânsito não fornece explicação específica de cada carro, mas a explicação mais provável é que o dono não tem dinheiro disponível para quitar as multas e encargos no momento. Após a venda, o Detran remete ao proprietário o eventual lucro obtido.

Neste certame, quase todos os veículos têm preço inicial inferior a R$ 10 mil, com duas exceções: um Volkswagen Tiguan 2019, na versão AllSpace, com lance inicial de R$ 19 mil (a tabela Fipe indica um valor de R$ 179.900 para este carro) e um Jeep Compass Longitude de 2018 a partir de R$ 10,5 mil (foto em destaque) A grande maioria não chega a R$ 3 mil.

Metrópoles pesquisou a lista dos mais de 970 carros e motos disponíveis, que apresentam opções para todos os gostos e bolsos.

Os mais baratos

Há 25 carros com lance inicial de somente R$ 1 mil, mas preços finais certamente serão mais elevados. Não são nem os mais bonitos, nem os mais novos, mas representam excelente oportunidade de baixo custo com vantagem de ter procedência garantida e documentos em dia >

Há 34 carros construídos de 2013 para cá, e mais os que merecem a categoria “estrela”. É o maior número de oferta de carros realmente seminovos. Alguns precisam de reparos de lataria, outros parecem muito bem conservados. E tem lance a partir de R$ 2,5 mil >

Estrelas

E este Tiguan AllSpace de 2019, heim? É claro que o lance inicial de R$ 19 mil será multiplicado no decorrer do leilão, mas será a ocasião de conseguir um top de linha por um preço mais em conta. Mesmo raciocínio para o Jeep Compass, sem esquecer o Mercedes CLA 200 e o Mini Cooper, em sua rara versão conversível. Para os mais nostálgicos, há a Kombi…

Contrariamente ao costume, as motos vão abrir o leilão, dia 27. São muitos lotes. Nossa galeria apresenta um exemplar de cada modelo, mas há várias opções de ano e de cor, particularmente nos modelos Honda CG, que sejam 125, 150 ou 160. E, claro, a atração principal será a Kawasaki Z 750 que tem lance inicial de R$ 2,8 mil >

Cada carro ou moto é leiloado “no estado que se encontra”, por isso a visita prévia é quase obrigatória. Ela acontece até esta sexta-feira (22/9), de 8h30 às 17h30, no Pátio da Flexleilões, no Setor de Transportes Rodoviários e Cargas (STRC Sul), Trecho 2, Conjunto B, lote 2/3 (próximo ao Detran do SIA).

O custo total do bem é a soma do valor do lance vencedor mais 5% de comissão do leiloeiro, somado a uma taxa de serviço de R$ 78,39 a R$ 94,07, além do preço para emissão do boleto bancário, se necessário (R$ 5). O pagamento só pode ser feito à vista.

Há de se prever, ainda, os custos de transferências e de eventual emplacamento, com identificação tipo Mercosul.

Fonte: Metrópoles

Siga-nos no Instagram e acompanhe as notícias no Google News – Participe do nosso grupo no WhatsApp