Colocar a cabeça no travesseiro e dormir sem se preocupar se vai chover ou não. Parece simples, não é mesmo? Esse é o sonho dos feirantes de Ipirá, devido aos transtornos e prejuízos que as chuvas sempre causaram no Centro de Abastecimento. Não será desta vez que esse sonho será realizado, infelizmente.

Isso porque o novo sistema de drenagem do Centro de Abastecimento Ipirá não passou por um teste surpresa provocado pela natureza nesta quinta-feira (01), após uma forte chuva acompanhada de raios e trovões atingir a cidade no início da tarde.

Imagens registradas pela redação do Ipirá Notícias mostram que o novo sistema de drenagem não suportou as fortes correntezas que passam pelo local, o que culminou com alagamentos no Mercado de Carnes, no Mercado de Farinha, e nas coberturas recém contruídas para abrigar barracas de frutas e legumes.

20 anos de aborrecimento

Inaugurado há quase 20 anos, os problemas no Centro de Abastecimento de Ipirá existem desde sua construção. O “Centro de Aborrecimento”, como é descarinhosamente conhecido, foi construído numa baixada, sob um córrego que deságua grandes volumes d’água vinda de boa parte da cidade e também de serras da Caboronga.

Além disso, não houve aterramento suficiente para que os galpões ficassem acima do nível d’água, contribuindo, assim, com os alagamentos e enormes lamaçais que se formam no local em dias chuvosos.

Diversas obras foram feitas, mas nenhuma delas sanou os problemas. Desta vez, R$ 4.4 milhões de reais estão sendo investidos em mais uma obra que, aparentemente, não promete solucionar os erros do passado.

Veja como ficou o local após a chuva de hoje.