Um levantamento feito no site da consultoria Global Petrol Prices traz uma notícia nada boa para os brasileiros. Isso porque a pesquisa mostra que o preço da gasolina no Brasil está cerca de 15% acima do valor médio praticado em 170 países.

Na ocasião em que foi feita a pesquisa, divulgada no dia 11 de abril, o litro do combustível nos postos espalhados pelo país custava em média R$ 7,192 – hoje está em R$ 7,22 -, conforme os dados coletados pela Agência Nacional do Petróleo (ANP) naquela data.

Sendo assim, considerando a média mundial de R$ 6,29, o preço do combustível em solo brasileiro ultrapassou a marca mundial. O principal fator desse aumento está relacionado ao super reajuste anunciado pela Petrobras no começo de março, logo depois de a Rússia invadir a Ucrânia e fazer o preço do petróleo subir. A cotação do dólar frente ao real também influenciou no aumento.

Qual a posição do Brasil no ranking das gasolinas mais baratas e caras do mundo?

Segundo os dados da Global Petrol Prices, o Brasil ocupa o 118º lugar na lista de 170 países com a gasolina mais barata do mundo. O ranking, na cotação em dólar, considerou aqueles com o menor para o maior preço.

Veja abaixo:

1. Venezuela – US$ 0,02 o litro
2. Líbia – US$ 0,03
3. Irã – US$ 0,05
4. Síria – US$ 0,31
5. Argélia – US$ 0,32
6. Kuwait – US$ 0,34
7. Angola – US$ 0,36
8. Nigéria – US$ 0,41
9. Turcomenistão – US$ 0,43
10. Cazaquistão – US$ 0,46

118. Brasil – US$ 1,53

Por outro lado, quando o comparativo é invertido, ou seja, de cima para baixo, desta vez considerando os países com a gasolina mais cara do mundo, o Brasil ocupa então a 53ª posição. A liderança vai para Hong Kong, em que os habitantes precisam pagar em média US$ 2,88, ou R$ 13,50, a cada litro abastecido.

Observe:

1. Hong Kong – US$ 2,88 o litro
2. República Centro-Africana – US$ 2,49
3. Mônaco – US$ 2,46
4. Noruega – US$ 2,42
5. Israel – US$ 2,83
6. Zimbábue – US$ 2,35
7. Finlândia – US$ 2,35
8. Islândia – US$ 2,30
9. Holanda – US$ 2,28
10. Grécia – US$ 2,23

53. Brasil – US$ 1,53