A cantora Simaria, da dupla com Simone, abriu o coração durante entrevista com o colunista Léo Dias e, além de falar de sua carreira, ela também contou o que a motivou a colocar um ponto final na relação de 14 anos com o espanhol Vicente Escrig.


“Minha separação, perdi admiração. Sabe quando você olha e… vidas diferentes demais, sempre morou dentro do Brasil”, iniciou ela, que também revelou que nunca morou na terra natal do ex-marido: “Nunca morei na Espanha, nunca tive esssa honra. Eu comprei um apartamento da Espanha, um apartamento de princesa, de rainha. Quando eu estou triste eu vou pra lá, para ficar feliz”.


A baiana disse que, antes de separar, ela passou a observar as atitudes de Vicente durante meses. “Ao invés dele fazer essa parte de casa, não me ajudava, eu que fazia tudo. Aí eu pensei: ‘que esse cara tá fazendo aqui?’ e comecei a observar, passei 10 meses olhando, já tinha morrido o amor que eu sentia, tudo o que eu sentia. Desde a viagem da Espanha que eu fui pra descansar, eu saía, ficava olhando os gestos, atitudes e pensei: ‘caramba, não é isso que eu quero mais pra mim’. Aí voltei da Espanha decidida a não querê-lo mais”, contou.


A decisão sobre o fim do casamento aconteceu no Dia dos Namorados no ano passado. “Ele me chamou pra jantar no Dia dos Namorados, sabe quando você senta na mesa e não reconhece a pessoa que estava sentada? Voltei do restaurante focada, escutando as minhas músicas e dizendo: ‘Minha decisão já tava tomada’. Cheguei na minha casa, ele parou o carro e disse: ‘É, você está diferente’. Eu disse: ‘Pois é, né?’. E ele disse: ‘qualquer coisa que eu falar agora não vai servir mais, né?’. E eu falei: ‘com certeza, a única certeza que eu tenho na minha vida é que eu não quero mais você”, disse.

Na entrevista, Simaria diz ainda que o casal já passou por outro momento de crise na relação: “Eu já tinha me separado dele uma vez, quando eu estava com a primeira tuberculose”. Para Simaria, a separação foi algo “libertador”. 

Fonte: Bahia Notícias