A Polícia Federal (PF) indiciou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) mais uma vez. Agora, o petista e outras três pessoas são investigadas por doações feitas pela Odebrecht ao Instituto Lula.

Segundo informações da revista Crusoé, esses recursos foram considerados propina pelo delegado Dante Pegoraro Lemos. 

Além do ex-presidente, os demais indiciados são o ex-ministro Antonio Palocci, o ex-presidente da empreiteira Marcelo Odebrecht e o presidente do instituto Paulo Okamotto. De acordo com a publicação, a PF aponta que R$ 4 milhões repassados ao instituto entre dezembro de 2013 e março de 2014 tinham como origem uma conta que a Odebrecht e Palocci mantinham para o pagamento de propinas.

Foto: Joka Madruga / Agência PT

Fonte: Bahia Notícias

COMPARTILHE