Ryan, de apenas 8 anos, é a criança mais assistida da internet. Ele possui um canal de review de brinquedos que gerou US$ 26 milhões em 2019, de acordo com a revista Forbes. Em 2018, o garoto já tinha faturado a quantia de US$ 22 milhões.

O canal Ryan’s World (Mundo de Ryan) possui 23.3 milhões de inscritos e recebe conteúdos novos diariamente. Quando foi questionado pelo canal NBC, Ryan disse que faz tanto sucesso porque o público infantil o acha divertido e engraçado.

O vídeo mais assistido do canal traz o garoto correndo pelo quintal e procurando ovos de plástico com surpresas dentro. O clipe possui aproximadamente 6 minutos e já alcançou 1.9 bilhão de visualizações.

Segundo a Forbes, cerca de US$ 1 milhão da renda gerada pelo canal vem de anúncios exibidos durante a transmissão de vídeos. O restante do valor é obtido através de publicidade de lojas de brinquedos infantis em seu canal.

Vídeos com crianças são três vezes mais propensos a viralizar, segundo o instituto Pew Research Center, que analisou as visualizações de canais de temas variados e os infantis.

Para Chris Stokel-Walker, escritor especialista  acerca da cultura da internet, o sucesso do garoto é um tanto incomum, já que a maioria dos youtubers não alcançam retorno financeiro. O crescente aumento no número de canais também dificulta o processo.

Outros youtubers também entraram na lista dos mais bem pagos. PewDiePie, que já teve o maior número de inscritos no mundo todo, se encontra em sétimo lugar. Já Dam TDM, que compartilha videos de gameplay de Fortnite e Minecraft, ocupa a 9ª colocação, faturando em média US$ 12 milhões. 

Metrópoles

Fonte: 1News