Na Nova Zelândia, uma senhora causou polêmica nas redes sociais depois de dizer que cobra U$ 12 (cerca de R$ 60) por hora para cuidar do próprio neto  de 1 ano. Depois de negociar com a filha, ela aceitou a contraproposta de US$ 10 (cerca de R$ 50) pelo trabalho. As informações são do Yahoo.

Segundo a publicação, a mulher postou o caso na rede social Reddit. “Minha filha tem 29 anos, tem um filho de 1 ano e vai voltar do trabalho em breve. Ela trabalha cinco dias por semana, cerca de sete, oito horas, e perguntou se eu poderia ficar de babá do seu filho dois ou três dias por semana”, escreveu. “Tenho minha vida, trabalho para mim mesma e acho que ela deveria entender que estou abrindo mão do meu tempo de trabalho”, acrescentou.

Com a polêmica, a senhora reforçou que ama o neto, mas que isso não impede que ela cobre um valor para cuidar dele. “Eu amo meu neto . Mas, como expliquei, não sou uma creche”, enfatizou.