Uma mulher, acusada de esfaquear fatalmente um menino de três anos, junto a uma mercearia no Ohio, Estados Unidos, riu durante a sua última aparição em tribunal.

O comportamento inesperado aconteceu cerca de uma semana depois de Bianca Ellis, de 32 anos, ter atacado Julian Wood, provocando a sua morte, e ter, ainda, ferido a mãe do menino, Margot Wood.


As autoridades consideraram o ataque “um ato aleatório de violência”.

Ellis enfrenta dez acusações, incluindo duas acusações de homicídio e duas acusações de tentativa de homicídio. O juiz indicou, esta segunda-feira (10), que a mulher poderá ser condenada à pena de morte.

Ao comparecer no tribunal com as mãos algemadas atrás das costas, Ellis pareceu resistir a um sorriso antes de sorrir várias vezes enquanto as acusações eram lidas, num momento captado em vídeo.

O pai da vítima afirmou em tribunal que Bianca “lhe roubou tudo” ao matar o menino e pediu ao juiz para “fazer o possível para manter este monstro atrás das grades”.

Fonte: Notícias ao Minuto

Siga-nos no Instagram e acompanhe as notícias no Google News – Participe do nosso grupo no WhatsApp