De acordo com o delegado Alisson Carvalho , titular da 2ª DT de Feira, que responde pela DT de Anguera, a polícia está terminando a fase preliminar com a identificação de todas as vítimas, já que além das quatro pessoas vítimas de homicídio, aproximadamente 20 pessoas foram atingidas por disparos de arma de fogo e socorridas para hospitais.

“Depois dessa fase de identificação, definiremos de fato a linha com a autoria para tentarmos prender essas pessoas que cometeram esses crimes, mas já estamos com a investigação adiantada e esperamos concluir esse inquérito o mais rápido possível”, afirmou o delegado ao Acorda Cidade.

Segundo o delegado, pela investigação, tudo indica que a motivação dos homicídios tenha sido decorrente de confusões entre rivais de bairros de Feira de Santana. Os bairros envolvidos seriam Queimadinha, conjunto Feira X e Jussara.

“As pessoas do Jussara estavam lá na festa e algumas pessoas do bairro Queimadinha e do Feira X foram até aquela localidade e lá efetuaram disparos de arma de fogo contra moradores do bairro Jussara, mas acabaram atingindo várias pessoas que nada tinham a ver com a situação”, relatou o delegado Alisson Carvalho.

As vítimas

No local morreram três pessoas: Edson da Silva Rodrigues, 24 anos, endereço ignorado. Márcio do Carmo de Jesus, 25 anos, que morava na BA-052, na Rua Alberto Cerqueira de Santana em Feira de Santana. E George Cardoso dos Santos, demais dados ignorados.

Uma das vítimas, Maíque Santos da Silva, 22 anos, que morava no Povoado de Areia, em Anguera, chegou a ser socorrido para o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), onde não resistiu.

As informações são do repórter Aldo Matos do Acorda Cidade