Um empresário baiano foi preso nesta quarta-feira (29) durante a Operação Nobreza da Polícia Civil. O homem é apontado por sonegar mais de R$ 78 milhões, podendo o valor ultrapassar os R$ 500 milhões.

O investigado atua em comércio atacadista de produtos alimentícios de Cruz das Almas teve o mandado de prisão cumprido em Salvador. Segundo a Polícia Civil, foi solicitado à Justiça o bloqueio dos bens das pessoas físicas e jurídicas envolvidas.

Ainda segundo as investigações, as empresas não faziam o recolhimento fiscal do ICMS ou o fazia em níveis baixos, em valores incompatíveis com suas movimentações econômicas. A empresa ainda utilizava-se de ‘laranjas’, promovendo blindagem patrimonial dos proprietários.

O empresário foi encaminhado para o Complexo de Delegacias de Feira de Santana, onde está sendo ouvido e posteriormente ficará custodiado à disposição do Poder Judiciário.

Operação Nobreza foi realizada em conjunto com o Departamento de Repressão e Combate à Corrupção, ao Crime Organizado e à Lavagem de Dinheiro (Draco), Secretaria da Fazenda (Sefaz) e Ministério Público

Fonte: Bnews