O segundo caso de raiva em morcego neste ano em Feira de Santana, cidade que fica a 100 km de Salvador, foi confirmado pela gestão municipal na terça-feira (5).

Segundo a Prefeitura de Feira de Santana, o animal foi encontrado no bairro Gabriela e a equipe do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) esteve no local.

O g1 entrou em contato com a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), que ainda não confirmou o segundo caso. A assessoria do órgão estadual contou que apura a situação.

O primeiro caso de raiva animal foi registrado no dia 25 de agosto, em um morcego encontrado no bairro Caseb. O CCZ vacinou cães e gatos que vivem nas localidades, como medida para prevenir a disseminação da doença entre os animais domésticos e proteger a saúde dos moradores.

Caso um morcego morto seja encontrado em Feira de Santana, o morador é orientado a acionar imediatamente o Centro Municipal de Controle de Zoonoses pelo número (75) 9 9851-8583 para que o animal seja recolhido e submetido a exames para verificar se estava infectado com o vírus da raiva.

Se a pessoa for mordida por um cachorro ou gato, ela também deve ir ao setor da antirrábica, no Centro de Saúde Especializado Dr. Leone Coelho Lêda (CSE) para acompanhamento.

Mesmo com o fim da campanha de vacinação antirrábica, a imunização continua sendo realizada nos bairros onde foram encontrados os animais infectados. A vacinação ocorrerá nos dias 11, 13 e 14 de setembro, das 9h às 14h.

No primeiro dia, as equipes vão atuar no posto de saúde Homero Figueiredo, no bairro Gabriela. No segundo, a imunização será no posto de saúde do Caseb II e o encerramento na Associação de Moradores do Caseb I.

A imunização dos animais também pode ser feita na sede do CCZ, localizada na avenida Eduardo Fróes da Mota.

Fonte: G1 Bahia