Acusada de ser mandante da morte do marido em Luís Eduardo Magalhães, no Extremo Oeste, teve a prisão temporária convertida em preventiva. O autor dos diparos que vitimou José Vicente de Cerqueira Sena, de 40 anos, segue foragido ainda nesta quarta-feira (13), informou a TV Oeste.

A mulher, que não teve a identidade divulgada, confessou ser mandante do homicídio, que ocorreu na manhã do dia 6 de setembro na Rua Graça Aranha, bairro Alto do Belvedere. Mesmo com a desativação do sistema de segurança pela acusada, câmeras flagraram o momento em que o atirador encapuzado entra na casa do casal e é acompanhado pela mulher. A vítima tomava banho quando foi surpreendida pelos disparos.

O comerciante chegou a correr pela rua para tentar fugir do atirador, mas foi atingido. Segundo o Blog do Braga, parceiro do Bahia Notícias, a vítima foi socorrida pelo Samu e levada para o Hospital do Oeste, em Barreiras, na mesma região, mas não resistiu aos ferimentos.

Conforme a Polícia Civil, a suspeita é que a motivação do homicídio tenha ocorrido por divergências financeiras entre o casal. Quando foi levada à delegacia para prestar depoimento, a mulher ofereceu espontaneamente o aparelho que gravava as imagens de segurança da casa, o que fez os agentes desconfiarem.

Antes, ela tinha cortado os fios do equipamento, acreditando que as imagens seriam apagadas. No depoimento, a mulher alegou ainda que articulou o crime por vingança, porque sofreria ameaças de morte do marido.

Fonte: Bahia Notícias