A operação Dígito 8, da Polícia Civil (PC), está investigando secretários de Estado e prefeituras de várias cidades brasileiras por envolvimento em um crime cibernético. O caso é sobre o caso de um grupo que fraudava pagamentos de guias de arrecadação por QR Code PIX. Ao todo, o grupo fraudou R$ 21 milhões junto ao Banco do Brasil

De acordo com as apurações da PC, as fraudes do grupo aconteceram entre os dias 7 e 31 de janeiro de 2023. Inclusive, segundo a polícia, o grupo criminoso era dividido em quatro núcleos: Operacional; Prefeituras; Intermediadores; e Financeiro.

No quesito prefeitura, várias estão sendo investigadas, entre elas a prefeitura do município de Ubaitaba, no sul da Bahia. A equipe do BNews entrou tentou contato com a Prefeitura de Ubaitaba, mas não logrou êxito. O espaço segue aberto para manifestação da gestão municipal.

Ainda não há detalhes sobre o resultado da operação de modo geral e no próprio município baiano. Em caso de condenação, os alvos podem responder por invasão de dispositivo eletrônico, furto mediante fraude, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Por esses crimes, cada um dos investigados podem pegar mais de 20 anos de prisão.

Fonte: Bnews