Um novo levantamento do Instituto Paraná Pesquisas, divulgado nesta segunda-feira (22), aponta que o ex-presidente Lula (PT) mantém a liderança absoluta em todos os cenários pesquisados para a eleição de 2022.  O levantamento também mostra que o ex-juiz Sergio Moro (Podemos) está desbancando Ciro Gomes (PDT) e assumindo a chamada “terceira via”.    

No 1º cenário, Lula tem 34,9% das intenções de voto, seguido por Jair Bolsonaro (Sem Partido), com 29,2%. Completam a relação Moro, com 10,8%; Ciro, com 6,1%; João Doria (PSDB), com 3,1%; Luiz Henrique Mandetta (DEM), com 1,2%; Simone Tebet (MDB), com 0,6%; Alessandro Vieira (Cidadania), com 0,4%; e Rodrigo Pacheco (PSD), com 0,4%.

A pesquisa foi feita com entrevistas presenciais entre os dias 16 e 19 de novembro em 164 municípios de 26 estados e Distrito Federal. No total, participaram 2020 eleitores. O instituto aponta que o grau de confiança é de 95% e a margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos nos resultados gerais.

Lula também venceria no segundo turno

No cenário mais provável de 2º turno, Lula chega a 42,5%, contra 35,6% de Bolsonaro. Diante de Moro, o petista teria 40,7%, ante 29,8% do ex-juiz e ex-ministro de Bolsonaro.

Veja abaixo mais cenários:

Cenário 1
Lula – 34,9%
Bolsonaro – 29,2%
Moro – 10,7%
Ciro – 6,1%
Doria – 3,1%
Mandetta – 1,2%
Simone Tebet – 0,6%
Alessandro Vieira – 0,4%
Rodrigo Pacheco – 0,4%
Brancos e nulos – 9,9%
Nenhum/Não sabem/não opinaram – 3,5%

Cenário 2
Lula – 35,1%
Bolsonaro – 29,8%
Moro – 11%
Ciro – 6,1%
Eduardo Leite – 1,6%
Mandetta – 1,4%
Simone Tebet – 0,5%
Alessandro Vieira – 0,4%
Rodrigo Pacheco – 0,3%
Brancos e nulos – 10,2%
Nenhum/Não sabem/não opinaram – 3,4%

Segundo turno
Foram testados ainda duas opções de segundo turno, as duas incluindo o ex-presidente Lula. Nos dois cenários testados, o petista venceria tanto Bolsonaro quanto Moro.

Cenário 1
Lula – 42,5%
Bolsonaro – 35,6%
Brancos e nulos – 18,1%
Nenhum/Não sabem/não opinaram – 3,8%

Cenário 2
Lula – 40,7%
Moro – 29,8%
Brancos e nulos – 26,1%
Nenhum/Não sabem/não opinaram – 3,4%

Fonte: BNews