O ex-presidente e candidato ao Palácio do Planalto nas eleições deste ano, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), usou as redes sociais, neste sábado (10), para provocar o atual mandatário e principal adversário do petista no pleito de outubro, Jair Bolsonaro (PL), após a divulgação de uma pesquisa do Instituto Datafolha, na sexta-feira (9).

De acordo com os números, o petista tem 45% das intenções de voto, contra 34% do liberal. Na rodada anterior, Jair Bolsonaro tinha 32% das intenções de voto e Lula os mesmos 45% de agora.

Já neste levantamento, feito após o após os atos bolsonaristas de 7 de Setembro, Ciro Gomes (PDT) tem 7% e Simone Tebet (MDB) tem 5%.

A pesquisa ouviu 2.676 pessoas em 191 municípios nos dias 8 e 9 de setembro. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

O levantamento foi registrado no TSE sob o número BR-07422/2022. O levantamento foi encomendado pela TV Globo e pelo jornal Folha de São Paulo.

“Ontem [sexta-feira] saiu uma pesquisa e o povo segue me dando 45% dos votos. O Bolsonaro não deve ter dormido”, escreveu Lula, no Twitter.

Na postagem seguinte, o petista voltou a falar sobre a quebra dos sigilos de 100 anos impostos por Bolsonaro e convocou apoiadores a cobrar, do atual chefe do Executivo, explicações sobre as casas compradas por ele com dinheiro vivo.

“Nós vamos acabar com os sigilos de 100 anos do Bolsonaro. Toda a minha família, quando foi denunciada, foi investigada. Foram na casa dos meus filhos e não acharam nada. Têm que ir na casa do Bolsonaro para ele explicar as casas que ele comprou em dinheiro vivo”, completou.

Fonte: Bnews