Mais um escândalo envolvendo o ministro das Comunicações do governo LulaJuscelino Filho, vem à tona. Desta vez, documentos de dois convênios bancados com emendas de R$ 10 milhões do ministro mostram que o recurso foi usado para beneficiar duas fazendas do político. 

Segundo informações da Folha de São Paulo, as obras foram “feitas por empreiteiras que estão no centro da investigação que mira desvios em contratos custeados com dinheiro da Codevasf comandada pelo centrão”.

Recentemente, a Codevasf detectou um prejuízo de cerca de R$ 1 milhão na execução de contratos no Maranhão feitos a partir de emendas parlamentares do ministro das Comunicações, Juscelino Filho, e assinados com a empreiteira Construservice.

De acordo com informações do jornalista Aguirre Talento, do site UOL, os contratos estão sob investigação da Polícia Federal, que deflagrou uma operação no dia 1º de setembro. O órgão, na ocasião, cumpriu busca e apreensão na Prefeitura de Vitorino Freire, responsável pelos contratos, e afastou a prefeita Luanna Rezende (União Brasil), irmã de Juscelino.

Um convênio bancou a recuperação da estrada de terra que liga a cidade de Vitorino Freire (MA) a propriedade de sua família. O outro, ainda não totalmente executado, custeou um contrato para pavimentação da via.

Fonte: Bnews