Muitas pessoas podem ter uma pequena fortuna em casa e não sabem disso. Quem se lembra das Olimpíadas do Rio de Janeiro em 2016 certamente também se recordará do sucesso que foi a coleção de moedas de R$ 1 inspiradas em modalidades olímpicas e paralímpicas. Pois saiba que esses itens podem render uma boa quantia em dinheiro hoje em dia.

Quem é apaixonado por moedas antigas e adora colecioná-las é conhecido como “nomismata”. O termo tem origem na palavra grega “nomisma”, que significa “moeda”. Esse grupo de pessoas, verdadeiros entusiastas em colecionar dinheiro do mundo todo, pode oferecer uma boa quantia em dinheiro pelas moedas comemorativas das Olimpíadas Rio 2016.

Ao todo, as 16 unidades que representam uma modalidade esportiva dos jogos, e que foram estampadas na face da moeda de R$ 1, podem atingir um preço de mercado significativo. A mais valiosa dentre elas é a chamada “moeda da entrega da bandeira”, que simboliza a passagem da bandeira olímpica dos Jogos de Londres de 2012 para os do Rio de 2016.

Quanto valem as moedas das olímpiadas hoje em dia?

Não há como definir com precisão o valor de compra de uma moeda, que pode variar em razão da sua raridade. Portanto, quanto mais antigo e difícil de achar, mas valioso o item acaba se tornando.

No caso das moedas dos Jogos Olímpicos Rio 2016, sites de colecionadores chegam a oferecer até R$ 7 mil pela coleção completa. Ou seja, as 16 moedas de R$ 1 podem render uma boa quantia em dinheiro atualmente.

Há também quem comercialize os itens de forma separada, opção ideal para quem quer completar a coleção. No caso da moeda da bandeira olímpica, ela sozinha pode valer entre R$ 175 e R$ 300 no mercado. Já outras modalidades esportivas, como atletismo, natação, paratrilatlo e a dos Mascotes Vinicius e Tom, por exemplo, podem valer entre R$ 8 e  R$ 30.

Fonte: https://editalconcursosbrasil.com.br