O Governo Federal já está realizando um PIX para mais de 21 milhões de famílias brasileiras. Os pagamentos seguem até o dia 29 de setembro e estão sendo repassados para os grupos familiares que seguem os requisitos estabelecidos para o programa. Em resumo, os depósitos estão sendo realizados por meio do Caixa Tem, seguindo o calendário determinado para o Bolsa Família.

Neste mês de setembro, os pagamentos do Bolsa Família estão sendo realizados nas duas últimas semanas do mês. Desta forma, para ter direito ao benefício, é necessário seguir algumas normas determinadas pelo programa. Desde a posse do presidente Lula, algumas exigências mudaram, como a necessidade de ter inscrição ativa e atualizada no CadÚnico, além da renda familiar média permitida por pessoa, que agora é de até R$ 218.

Além disso, as famílias com crianças precisam cumprir algumas obrigações. É preciso manter a caderneta de vacinação atualizada, garantir a frequência escolar mínima da criança e o pré-natal em dia, em caso de gestantes.

Valores repassados para as famílias

Em relação ao valor do benefício, o Governo Federal garante o pagamento mínimo de R$ 600 por família beneficiada; no entanto, algumas famílias têm direito aos pagamentos extras, que são:

  • R$ 150 por criança de até 6 anos;
  • R$ 50 para mulheres gestantes e lactantes;
  • R$ 50 por jovens entre 7 a 18 anos.

Por fim, o calendário de pagamentos do Bolsa Família foi determinado de acordo com o dígito final do Número de Inscrição Social (NIS) dos beneficiários. Confira!

  • NIS final 1: 18 de setembro;
  • NIS final 2: 19 de setembro;
  • NIS final 3: 20 de setembro;
  • NIS final 4: 21 de setembro;
  • NIS final 5: 22 de setembro;
  • NIS final 6: 25 de setembro;
  • NIS final 7: 26 de setembro;
  • NIS final 8: 27 de setembro;
  • NIS final 9: 28 de setembro;
  • NIS final 0: 29 de setembro.