O governo anunciou nos últimos dias um novo modelo de microcrédito que estaria disponível para as pessoas físicas e para os microempreendedores individuais. Esse dinheiro chegaria a essas pessoas através da Caixa Econômica Federal, então para quem está esperando ansioso por isso, nós informamos que as inscrições abrem no em junho.

Chamado pelo governo de Programa de Simplificação De Microcrédito Digital para Empreendedores, o popularmente conhecido como Sim Digital irá proporcionar às pessoas físicas um valor de mil reais, que visa proporcionar uma impulsionada financeira da vida de quem está precisando.

A ideia é atender o maior número de pessoas necessitadas possível. A prova disso é que o governo nem ao menos restringiu esse crédito para pessoas com nome limpo, em outras palavras, mesmo aqueles com o nome em problemas no SPC e Serasa (negativados) poderão contratar o benefício.

Mas como dito anteriormente, esse microcrédito tem o objetivo de não só ajudar as pessoas comuns mas principalmente o microempreendedor brasileiro. E mais! Eles poderão pegar um valor consideravelmente mais alto do que o oferecido para as pessoas que não são MEIs.

Para aqueles que são MEIs, o valor do benefício pode chegar até a R$ 3 mil, mas algo não mudará para ninguém, pois tanto a pessoa física quanto jurídica terá o mesmo prazo para efetuar os pagamentos: 24 meses.

Uma outra diferença entre os dois casos está na taxa de juros. Enquanto a pessoa física irá poder pagar 1,95% de juros ao mês, a pessoa jurídica pagará 1,99%.

Ainda há um detalhe que vale frisar: quem for MEI deve se lembrar que o dinheiro recebido deve ser usado única e exclusivamente no seu negócio como parte do capital de giro, ou seja, para compra de insumos e equipamentos que sirvam para ampliar a produção ou fazer com que o empreendimento se desenvolva.

E lembrando ainda que só poderão participar do programa de microcrédito os MEIs que tenham uma receita bruta anual de até R$ 360 mil.

Desse crédito oferecido, destaca-se o fato de a sua contratação ser extremamente fácil. Para pessoas físicas, basta usar o Caixa Tem, que está disponível para celulares Android e iOS. É possível fazer todo o processo através do aplicativo. A pessoa só precisa lembrar de estar com seus dados atualizados.

Já no caso dos MEIs, é necessário ir fisicamente até uma agência da Caixa, portado todos os documentos, desde que tenha – pelo menos – 12 meses de faturamento com o seu CNPJ.

Fonte: Edital Concursos Brasil