Conseguir mais limite no cartão de crédito do Nubank pode ser um desafio para muitos consumidores brasileiros. Apesar de todas as facilidades garantidas pelo “roxinho”, a empresa realiza uma avaliação bastante detalhada antes de liberar mais crédito.

Para facilitar a concessão e atender parte das demandas dos clientes, a fintech lançou uma nova funcionalidade. Com ela, é possível conseguir até R$ 5 mil de limite de uma só vez.

O recurso para construir limite funciona assim: se você precisa de R$ 500 para fazer uma compra, pode transferir o saldo de sua conta digital e utilizar esse mesmo valor na função crédito. Após o pagamento da fatura, a quantia volta a ficar disponível.

Caso você utilize menos de R$ 500 na transação, o restante segue como limite para ser usado em outras compras. Depois de quitada a fatura, é possível escolher entre manter o valor como crédito ou transferir de volta para a conta.

É vantajoso?

Essa funcionalidade vale a pena apenas em dois casos. O primeiro é quando o cliente não consegue limite pré-aprovado, mas precisa fazer uma compra no crédito. A segunda é para quem não não consegue crédito pré-aprovado, mas que construir um relacionamento com o Nubank.

“Esse cartão funciona assim por um motivo simples: em vez de negar acesso a um cartão de crédito, estamos possibilitando que você construa um histórico de crédito com a gente: ao reservar um limite e pagar sua fatura por um tempo, nosso sistema pode fazer uma nova análise futura com base no seu comportamento e, com mais informações, te conceder um limite pré-aprovado”, detalha o banco digital.

Passo a passo para adicionar limite

  • Abra o aplicativo Nubank;
  • Acesse no menu de cartões de crédito;
  • Toque em “Ajustar limite”;
  • Clique em “Reservar como limite” e informe o valor desejado;
  • Confirme a transferência da conta para o cartão.

Vale destacar que o desconto do valor da fatura não é feito automaticamente, ou seja, é necessário pagar a dívida. Em caso de atraso, o consumidor está sujeito à cobrança de multas, juros e IOF.

Fonte: Edital Concursos Brasil