Trabalhadores co carteira assinada de todo o país recebem a primeira parcela do 13º salário até o dia 30 de novembro. Entretanto, há aqueles que não podem ou não estão dispostos a esperar até o fim do ano para ter acesso à gratificação e estão dispostos a pagar taxas por isso.

A Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil oferecem o serviço de antecipação do benefício anual para seus clientes. A operação funciona como uma espécie de empréstimo, e por isso há cobrança de juros e Imposto sobre Operações Financeiras (IOF).

Condições para antecipação do FGTS

Veja quais são as condições em cada uma das instituições bancárias.

Caixa Econômica Federal

O interessado em solicitar adiantamento precisa 13º precisa ter o crédito do salário no banco ou ser aposentado ou pensionista permanente do INSS (Instituto Nacional do seguro Social). O valor disponível varia entre R$ 500 e R$ 20 mil, com crédito em conta no dia seguinte à contratação.

A operação vence na data de depósito do 13º, limitado ao prazo de 330 dias. Em outras palavras, o pagamento da dívida é realizado em cota única, no dia do recebimento do abono.

Banco do Brasil

Outra opção é antecipar a gratificação natalina pelo Banco do Brasil, que exige que o cliente receba seu salário em uma conta corrente da instituição. O limite também é de R$ 20 mil e o dinheiro cai na conta na hora.

Em ambos os casos, a antecipação do 13º salário pode ser feita pelo próprio trabalhador nos sites ou aplicativos oficiais da instituição escolhida, ou ainda nas agências bancárias.

Fonte: Edital Concursos Brasil